segunda-feira , 12 novembro 2018
Home » Estado » Plataforma inteligente monitora segurança e detecta situações de risco

Plataforma inteligente monitora segurança e detecta situações de risco




Totem de videomonitoramento vai auxiliar combate à violência e à criminalidade – Foto: Rodrigo Ziebell/SSP

O Rio Grande do Sul dispõe de mais uma ferramenta para auxiliar o combate à violência e à criminalidade. Nesta terça-feira (10), a Secretaria da Segurança Pública (SSP) apresentou uma plataforma multifuncional que permite videomonitoramento, reconhecimento facial, leitura de placas de veículos e atendimento de emergência. Batizado de Totem, o equipamento foi instalado no pórtico de entrada do complexo onde fica a secretaria e passa a operar, em caráter experimental, a partir desta semana.

A ferramenta possibilita análise inteligente de vídeo, detectando automaticamente situações de risco. Com ela, também é possível monitorar  invasões e circulação de pessoas em áreas restritas, realizando contagem de público e verificando a velocidade de veículos. Futuramente, será possível identificar disparos de arma de fogo.

O secretário Cezar Schirmer destacou as possibilidades de emprego da tecnologia, tanto em grandes centros como no interior do estado. “Temos aqui um equipamento que auxilia o trabalho policial de diversas formas. Trata-se de um investimento válido para grandes parques, como a Redenção, e para pequenos municípios. Tudo depende do volume de investimentos pretendido pelas prefeituras”, enfatizou.

Por ser equipado com alarme sonoro, auto-falante de grande alcance e giroflex, o mecanismo possui, também, características ostensivas que o tornam um sistema semi-autônomo, reduzindo a necessidade de investimentos em infraestrutura de comunicação e pessoal. O cidadão pode acionar por um botão o Sistema de Atendimento de Emergência (190), criando um canal de comunicação que possibilita o deslocamento de policiais de forma efetiva e amplia a capacidade de pronta resposta.

Toda a atividade do totem é monitorada pela central à qual ele está integrado. No caso de Porto Alegre,  é operado diretamente do Departamento de Comando e Controle Integrado (DCCI) da SSP. Ele permite transmissão de dados, que o torna capacitado para repassar informações por rádio e redes de telefonia fixa, celular, de fibra ótica e via satélite.



Interesse no equipamento

A SSP prestará consultoria às prefeituras que demonstrarem interesse pelo totem, através do escritório do Sistema de Segurança Integrada com os Municípios (SIM/RS). Em princípio, os interessados poderão contratar o serviço da empresa proprietária da solução por meio de aluguel – o que cobre custos de instalação, manutenção e suporte 24 horas. Existem estudos para a possibilidade de aquisição por compra, ainda sem prazo de conclusão definido.

Para o coordenador do SIM/RS, tenente-coronel Alexandre Aragon, o totem representa um investimento que vai além da Segurança Pública, podendo contemplar serviços de apoio à Defesa Civil. “Estamos testando esse novo sistema, que se mostrou de grande efetividade em outros estados, como Santa Catarina. Além do auxílio ao trabalho policial, é possível estabelecer a comunicação com as comunidades em caso de enchentes e risco de deslizamentos, com mensagens que podem ser veiculadas pelos auto-falantes”, observou.

Composição do totem

– Câmera 360;

– Captura, gravação e transmissão de imagens 360°;

– Câmera Speed Dome (possibilita a captação de imagens de longa distância e permite o controle pelo operador);

– Leitor de placas de veículos (tecnologia OCR)

– Blindagem (estrutura é resistente ao disparo de armas de fogo de pequeno calibre e a tentativa de vandalismo);

– Sensor de vandalismo (detecção automática de vandalismo com acionamento da sirene e da autoridade de segurança).

Fonte: SSP



Mais notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *