quinta-feira , 13 dezembro 2018
Home » Geral » Parque Imperatriz Leopoldina passará por reformas e melhorias em 2018

Parque Imperatriz Leopoldina passará por reformas e melhorias em 2018




Parque Imperatriz Leopoldina

Reformas e melhorias, reforço na segurança e várias outras ações são projetadas para o Parque Natural Municipal Imperatriz Leopoldina em 2018. Entre as mudanças projetadas pelo secretário do Meio Ambiente, Darci Zanini, estão a reforma do mirante, que deverá abrigar a sede do Centro Permanente de Educação Ambiental, reforma da Estação Metrológica e dos brinquedos da área de lazer, além de plano de manejo em conservação para áreas alagadas, construção de trilha suspensa de 800 metros, com acessibilidade e revitalização do antigo leito do arroio Kruse dentro do parque. A área também vai ganhar o monitoramento de 11 novas câmeras que devem ser instaladas.

Sobre o Parque Natural Municipal Imperatriz Leopoldina

– Trilhas ecológicas, espaço de pesquisas, áreas de esportes e lazer integram o Parque Imperatriz Leopoldina com a cidade, uma Área de Preservação Permanente (APP) com mais de 170 hectares a serviço da comunidade local.
– A infraestrutura do local é dividida em duas partes, uma voltada para o lazer, com quadras de futebol de areia, vôlei, pracinha infantil, canchas de bocha e churrasqueiras cobertas, e outra dedicada à preservação, dispondo trilha ecológica, estação meteorológica, viveiro de plantas e Jardim Botânico.
 – A função do Jardim Botânico, aliado ao Centro de Educação Ambiental, é colocar a população em contato com o que restou da Mata Atlântica, unindo a proximidade da natureza com lições de educação nessa área, contribuindo assim para a preservação e o estudo da biodiversidade local, entre eles o inventário florístico e fitossociológico, a recuperação de áreas degradadas, a fenologia e coleta de sementes para produção de mudas e a Etnobotânica.
– O Parque Municipal também conta com uma Estação Meteorológica e um Centro de Atividades Físicas para Idosos, além de uma série de outros atrativos ecológicos.
Fonte: Jornal São Leo com informações do Decom



Mais notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *