sexta-feira , 26 abril 2019
Home » Geral » Banco Municipal de Agasalho recebe doações

Banco Municipal de Agasalho recebe doações




Todos os anos, muitos moradores do município são beneficiados através da solidariedade de outros leopoldenses, que efetuam doações de roupas, calçados, cobertores e utensílios domésticos para o Banco Municipal do Agasalho – BMA, que atende a pessoas em situação de rua e baixa renda. 

Segundo a coordenadora do banco, Elisandra de Oliveira, a procura por doações tem aumentado cada vez mais “Precisamos especialmente de roupas infantis, de bebê e masculinas, que estão em baixa. Também temos demanda por carrinhos de bebê, que quase não recebemos” salienta.

As doações tiveram aumento no ano passado: Subiram de 87.288 em 2017, para 113.356 peças doadas em 2018. Entretanto, a procura por peças também aumentou: Subiu de 5.236 em 2017, para 7.910 em 2018, uma diferença de 2.674 atendimentos de um ano para outro. As famílias que possuem cadastro no Cras, podem ir até o banco uma vez ao mês, sendo que homens podem retirar 3 peças de roupas e um calçado, mulheres 5 peças e dois calçados, e crianças 5 peças e um calçado.

O local também recebe doações de roupas de cama, mesa e banho, eletrodomésticos, livros e brinquedos. Elisandra conta que já doaram até televisores, que foram recebidos funcionando. “Doamos os aparelhos quase imediatamente, pois estavam em perfeito estado. Também doamos secadores de cabelo, chapinha e retalhos para pessoas que utilizam-os para trabalhos de costura” afirma.

Empréstimo de roupas de festa

No BMA, existe uma área de empréstimo reservada para roupas de festa. Noivas e noivos, crianças que farão a primeira comunhão e debutantes podem solicitar o empréstimo. Também estão disponíveis no acervo vestidos de prenda, bombachas, ternos e vestidos para daminhas de honra.

Para retirar a peça, a pessoa precisa ir até o local, com documento de identidade, comprovante de residência e algum documento que comprove o evento. Data de nascimento da criança, atestado vindo da igreja ou do padre, são aceitos como comprovante. As roupas precisam ser devolvidas até uma semana após o evento, já higienizadas.

Banco de agasalho na comunidade

Nos meses de maior frio, as comunidades de São Leopoldo situadas mais distantes do centro, recebem a visita do banco, que leva as doações até elas. A combinação é feita através do Cras da região, que avisa os moradores do bairro sobre as datas e os horários que o banco estará lá. “As pessoas podem pegar uma quantidade X de roupas, de acordo com a disponibilidade. Muitos moradores têm dificuldade de locomoção, são idosos ou cuidam de muitas crianças, e não tem condições de ir até o banco. Com essa iniciativa, conseguimos alcançar um número maior de gente”, ressalta Elisandra.

Formigas da Garagem confeccionam acolchoados e auxiliam nas doações

O projeto social Formigas da Garagem, composto por seis amigas, existe há mais de dois anos e se reúne em uma garagem no bairro Campina para fazer ações sociais. Além de realizarem doações para o Sopão da Vila Paim, arrecadando roupas, calçados, cobertores entre outras coisas, o grupo realiza consertos nas peças possíveis, e as demais peças são reutilizadas na confecção de acolchoados, que são doados para a campanha do agasalho.

O Banco Municipal de Agasalho fica localizado na Avenida Dom João Becker, 271, sala 14 do Ginásio Municipal Celso Morbach. Para acessar o serviço, precisa ter cadastro social nas redes de atendimento socioassistenciais (CRAS) mais próximo de sua residência. Pessoas em situação de rua podem ir até o banco mais de uma vez ao mês, desde que tenha um requerimento do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua – Centro Pop. (SCom/PMSL)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *